A transição entre os anos pode nos deixar um pouco ansiosos. São tantas programações, que dificilmente conseguimos um tempo para respirar fundo… Tirar os olhos daquilo que fizemos ou deixamos de fazer, e olhar com gratidão para aquilo que Deus tem feito em nossa vida.

É por isso que quero começar o ano compartilhando com você os principais destaques sobre o que Deus tem feito por meio do projeto “O mal que eu não quero”, desde que começamos, em 2016, até o final de 2017.

Publicação: eBook “Hábitos no Consumo de Pornografia”

O eBook Hábitos no consumo de pornografia é o relatório completo de uma pesquisa inédita, que estabeleceu uma base de dados de quase 10 mil itens, e permitiu conhecer as estatísticas mais recentes do consumo de pornografia no Brasil.

Publicado em Janeiro de 2017 em parceria com a Hora Luterana, inclui comentários de especialistas no aconselhamento a pessoas que sofrem com a pornografia, para auxiliar o leitor em sua reflexão acerca do tema.

Publicação: eBook “Casamento x Pornografia”

No eBook Casamento x Pornografia, publicado em Novembro de 2017, o leitor vai encontrar as respostas para as 3 perguntas fundamentais dessa luta:

  1. O que a pornografia pode causar ao casamento?
  2. Por que a pornografia causa esses males?
  3. Como lutar? 3 princípios para combater a pornografia no casamento

Campanha: 18 de Maio

Campanha “18 de maio faz alusão ao dia Nacional de Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Realizada em Maio de 2017, contou com palestras, entrevistas, um Minicurso Online e produção de conteúdos, que levaram conscientização para  mais de 100 mil pessoas!

Além disso, reuniu mais de 1.500 dólares em doações, integralmente enviados à Destiny Rescue – as doações são suficientes para que uma criança seja resgatada!

Campanha: Novembro sem Pornografia

A Campanha “Novembro sem Pornografia” gerou conscientização sobre os impactos negativos da pornografia, e trouxe formas efetivas de combatê-los.

Realizada em Novembro de 2017, contou com o lançamento do eBook “Casamento x Pornografia”, entrevistas ao vivo com especialistas em aconselhamento, Treinamento Online, e publicação de conteúdos que alcançaram mais de 73 mil pessoas! A ação foi inspirada em Campanha norte-americana, na qual fui mencionado como um dos 12 “Guerreiros do Ano” no combate à pornografia!

Textos semanais

Desde Junho de 2016, têm sido publicados textos semanais aqui em www.omalqueeunaoquero.com.br abordando temas relacionados a parar de ver pornografia, casamento, crianças de adolescentes, e indústria pornográfica, alcançando dezenas de milhares de pessoas.

Vídeos

Já são mais de 400 inscritos e milhares de visualizações, em vídeos que abordam temas como “Pornografia é pecado?”, “Pornografia é coisa de homem?”, e “Jesus é maior do que a pornografia”.

Redes sociais

Por meio das páginas no Facebook (mais de 2.000 curtidas) e Instagram, temos alcançado centenas de milhares de pessoas com os conteúdos que geram Conscientização e Evangelização, publicados diversas vezes por semana, entre novos textos, imagens compartilháveis e vídeos, eBooks, Campanhas, divulgação de palestras e outras ações e interação com os usuários.

Palestras

Desde o início do Projeto “O mal que eu não quero”, tenho tido a oportunidade de abordar a temática da pornografia em dezenas de palestras, em diversos estados do país, para milhares de pessoas. Utilizando dados científicos, testemunho pessoal, e um pouco de humor, falo em Congressos de Jovens e Adolescentes, Encontros de Casais, Seminário Preparatório de Pastores, e em cultos e outras atividades da igreja em geral.

Aconselhamento

Além das muitas conversas por email em que tenho ajudado pessoas, tenho feito aconselhamento em um período de 14 semanas, utilizando o guia de estudos para grupos “Sanidade Sexual para Homens”, de David White. Confira o depoimento de um aconselhado:

“Embora conhecesse o perdão e a graça de Deus desde que fui convertido ao Evangelho de Jesus Cristo, eu me sentia horrível diante de Deus pela minha situação. Agora sei como a obra de Cristo em mim me conduz à verdadeira satisfação em Deus – muito além de “parar de ver pornografia”, mas a reconhecer o amor de Deus em todas as coisas, e, na beleza do próximo, identificar uma criatura feita à imagem e semelhança do Criador, que, como tal, deve ser tratada com amor”.

O que você pode fazer?

Obrigado a você, por encarar o desafio de conhecer mais sobre os impactos causados pela pornografia, tomar a atitude de combatê-la, ajudar outras pessoas nessa luta, e estar conosco na caminhada!

Que o amor verdadeiro continue sendo a razão de nosso combate, e que sempre nos lembremos que tudo isso só é possível porque toda obra é de Jesus.

Comente abaixo: por que motivos você também é grato? Compartilhe este texto, para que mais pessoas possam se unir a nós em gratidão!

Relacionados: