Conheci a voz de Leonardo Gonçalves quando ela ainda se misturava às muitas lindas vozes do grupo Novo Tom. Não sabia quem ele era, mas já achava que aquele timbre tinha algo de especial.

Até que, no início de meus estudos na faculdade de arquitetura, um amigo me apresentou ao trabalho solo do Leo. Com grande empolgação, esse grande amigo – que não necessariamente se definiria como cristão – se emocionava com os refinados arranjos instrumentais e especialmente com a impressionante habilidade vocal do cantor.

As canções de Leonardo Gonçalves fortaleceram os laços dessa amizade, e continuam marcando presença constante em minha caminhada. Por isso, hoje quero falar sobre 4 delas. Quero dividir com você um pouco do que tenho aprendido com essas composições, e como, ao redirecionar nosso olhar, elas podem nos ajudar na luta contra a pornografia:

1. Coração

Link: https://youtu.be/bRnjn8OvIlA

Parar de ver pornografia não tem a ver somente com o que você faz com os olhos, mas a raiz da questão está no coração.

É o que aprendemos de Jesus, quando ele diz a seus discípulos: “quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração” (Mt 5.27).

Apesar de muitas vezes ser relacionado a bons sentimentos, de afeto, amizade e amor, o coração também pode ser traiçoeiro. O apóstolo Paulo diz que o coração é fonte de desejos que levam a coisas sujas e relações vergonhosas (Rm 1.24); é duro e teimoso, pois mesmo conhecendo a vontade de Deus, não muda (Rm 2.5).

A canção “Coração” nos relembra essa realidade: “coração, entre o bem e o mal que distância haverá? Coração, um amigo, um bandido talvez, quem te conhecerá?”.

O fato é que, quando nosso coração está voltado a buscar plena satisfação em coisas passageiras, como relacionamentos e atos sexuais, a frustração é garantida. Mas, quando a graça de Deus se nos revela suficiente, nosso coração é preenchido, e até mesmo nossas fraquezas são redimidas e nossas forças são renovadas (2Co 12.9).

2. Getsêmani

Link: https://youtu.be/0IPzDb9vRks

No texto de Mateus 5.27, a mensagem de Jesus é clara: se os olhos ou as mãos fizerem com que uma pessoa peque, ela deveria arrancá-los e desprezá-los. O argumento é duro, condenatório. Mas, como vimos anteriormente, ele não para por aí: afinal, utilizando a lógica apresentada pelo próprio Jesus, é possível concluir que, se o adultério é cometido no coração, também seria melhor que o pecador o arrancasse e jogasse fora.

Diante de uma afirmação como essa, os discípulos de Jesus possivelmente sentiram a mesma vergonha e culpa que vêm ao coração de quem peca por colocar seus olhos e mãos em conteúdo pornográfico. A mesma culpa que assola o coração de quem finalmente se reconhece pecador. E, para esses, Jesus afirma que não há outro caminho… Somente a morte.

Então, justamente por isso, o Filho de Deus morre.

A morte sacrificial de Jesus é um dos grandes temas que definem a fé cristã. É uma compreensão que permeia toda a trama bíblica e que, paradoxalmente, nos traz a vida. É desse sacrifício de amor que trata a canção “Getsêmani”. Tire os olhos da pornografia, olhando para a cruz: “vê os cravos nas mãos, seu corpo a sofrer, naqueles momento de dor. Vê o mestre a chorar, e foi por você que ele mostrou tanto amor”.

3. Novo

Link: https://youtu.be/tvQRIvBFb5w

Na cruz, Jesus nos salva. Mas o que acontece depois disso? Por que continuo sendo tão frágil, e tão falho?

Nessa perspectiva, podemos cantar com Leo em “Novo”: “elevo os olhos para o monte, de onde meu socorro vem?”. Leonardo Gonçalves resgata a angústia do Salmo 23, quando seu autor diz procurar no lugar errado a resposta para seus anseios… Não seria nos montes, onde as pessoas buscavam a ajuda nos altares de adoração a falsos deuses?

Da mesma forma, a pornografia se apresenta a nós como um falso deus: promete alegria e satisfação, à custa do sacrifício de nossa alma.

Por isso, quando estivermos cercados por montes de tentações ou por abismos da culpa, e quando parecer que nossa pequena fé em nada pode nos ajudar, precisamos voltar o olhar para o Deus verdadeiro: “vê, o cordeiro de Deus está em seu santo trono; veja: tudo se fez novo”.

Jesus é o Deus real, que desce o monte da glória de Deus e se acomoda sobre o santo trono da cruz, nos trazendo alegria e satisfação por meio de seu próprio sacrifício.

Tenha certeza: assim como está ao nosso lado para nos livrar das tentações, assim como perdoa nossa culpa, Jesus fará com que tudo seja novo:

“Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas” (Ap 21.4-5).

4. Deus sabe, Deus ouve, Deus vê

Link: https://youtu.be/7kEXuiIit_E

Mesmo assim, com tanto amor que vemos quando olhamos para Deus, muitas vezes nos sentimos desesperados por causa de nossa realidade cheia de pecado.

Por isso, precisamos ser constantemente relembrados: ainda que o pecado ofusque nosso olhar, ainda que não o consigamos ver, Ele tem olhos fixos em nós… “Você, que se sente pequeno, dirija seus olhos a Deus”: “Deus sabe o que vai dentro d’alma. Deus ouve a oração suplicante. Deus vê sua angústia e o acalma. Deus sabe, Deus ouve, Deus vê”.

Ele veio sentir nossas dores, tomá-las para si mesmo, e nos dar o consolo de que precisamos. Em todas as situações, também na luta contra a pornografia, confie: com amor infinito, Deus sabe, Deus ouve, Deus vê.

O que você pode fazer?

Sem dúvidas, a voz de Leonardo Gonçalves é incrível. Eu sou fã, e vivo incomodando minha querida esposa, Luise, ao tentar imitá-lo (risos). Mas, para mim, o mais impressionante é a maneira como ele a utiliza, ao entoar canções que tanto podem nos ajudar nas batalhas da vida – inclusive na luta contra a pornografia. Confira cada uma delas, e compartilhe este texto para que mais pessoas se juntem ao nosso coro!

Comente abaixo: que banda, artista ou música tem acompanhado você, em meio às mais diversas lutas da vida?

Para conhecer os dados mais recentes sobre hábitos no consumo de pornografia no Brasil, e as opiniões de especialistas no assunto, baixe nosso eBook gratuito.

Relacionados: