Música vai bem, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Para quando você está mais para baixo, ou quando tudo vai bem, sempre tem uma música adequada, que pode levantar os ânimos ou então fazer refletir.

Se pararmos para pensar, alguns artistas e bandas passam a fazer parte de nossa vida de uma maneira muito especial, pois sua arte se torna a trilha sonora de nossos dias.
Para mim, esse é o caso da banda “Oficina G3”.

Pelo que me lembro, comecei a conhecer melhor a banda em 2005, ou 2006, quando um grande amigo me emprestou o DVD “O tempo”. A partir dali, virei fã. Fui a vários shows, comprei CD, DVD e camiseta. Numa ocasião, tive até mesmo a oportunidade de conhecer os integrantes da banda no camarim após um show!

(Juninho Afram, Duca Tambasco, Mauro Henrique, eu, e Jean Carllos, em novembro de 2009! 🙂 ).

Além do peso demolidor do rock e do impressionante virtuosismo de cada membro nos instrumentos e vocais, uma das características que mais me chamam a atenção é a profundidade das letras das músicas.

São pregações, orações, cutucões, empurrões… Às vezes no imperativo, e muitas vezes no particípio, as composições invariavelmente nos apontam verdades a respeito de nós mesmos, mas acima de tudo nos levam à maravilhosa verdade a respeito de Jesus.

Essa é a profundidade que nós precisamos buscar compreender, porque é ela que pode nos resgatar das profundezas do pecado.

5 músicas para detonar a pornografia

Diante disso, eu creio que ouvir Oficina G3 pode ajudar você nas mais diversas lutas da vida.

E, em se tratando de um dos maiores problemas presentes na igreja brasileira hoje – a pornografia –, tenho certeza de que as seguintes 5 músicas podem ser uma grande ajuda. Elas impactaram minha vida, e podem ajudar você a lutar por amor, ao lutar contra a pornografia:

  1. Meus passos (DVD “Depois da Guerra”)

Link: https://youtu.be/o_M4oEO89PM

“Por que os meus olhos só querem ver o que não devo olhar?”. Começando assim, a letra nos lembra da angústia do apóstolo Paulo em Romanos 7, ao constatar que “não faço o bem que quero, mas justamente o mal que não quero fazer é que eu faço (v. 19)”.

É uma música para colocar os pés no chão da realidade. Para lembrar a nossa condição pecaminosa: “não quero, mas isso é o que somos nós”.

Ah! E, caso você esteja se perguntando, sim, essa é a música que dá nome ao projeto “o mal que eu não quero” 😉

  1. Preciso voltar (CD “O Tempo”):

Link: https://youtu.be/b_zmC-my3TY

Quando constatamos a realidade do pecado, percebemos o quão distante estamos de Deus. Precisamos voltar… No entanto, a música também nos lembra que Ele “nunca me deixou partir, cuidando, mesmo que eu estivesse longe”.

Esse é um dos grandes paradoxos da fé cristã. Se, por um lado, o pecado me afasta de Deus, o sacrifício de Jesus me traz para perto dele. E a boa notícia é que não importa a distância, Jesus – o amigo verdadeiro – já fez tudo o que é necessário para nos garantir o perdão, o cuidado, e o sorriso nos lábios do Pai.

  1. João (Single):

Link: https://youtu.be/Gp-8l7cFNM8

Falando em sorriso, o que você acharia se Deus dissesse assim: “este é meu filho amado, que traz um sorriso aos meus lábios” e que, ao dizer isso, ele estivesse olhando para você?

O single “João” fala de Jesus, a partir do ponto de vista de João, aquele que o batizou. O batismo de Jesus aponta para uma realidade que só é possível por causa de outro “batismo” que ele recebeu (Mc 10.38-39; Lc 12.50). Esse “outro batismo” é o sofrimento e morte de Jesus, que toma o lugar do ser humano e dá-lhe em troca o seu próprio lugar: por causa do sacrifício de Jesus, aqueles que nele creem são agora chamados de “filhos de Deus” (Gl 4.4-5).

Por causa de Jesus, o Pai nos chama de “filhos amados”. Não é por nosso esforço. Não temos nada a oferecer, a não ser implorar “Hosana” (salva-nos) e louvá-lo porque o fez, em Jesus.

  1. Me faz ouvir (CD “Elektracustica”):

Link: https://youtu.be/qI_yrJuPro0

Você não se sente leve? Dos seus ombros o peso foi tirado, por Jesus. O alto preço não foi pago em vão. É isso que anuncia a canção “Me faz ouvir”.

Esse é um amor libertador, do qual precisamos ser constantemente relembrados. Por isso, temos o convite constante para ouvir a voz de Deus, em sua Palavra. É ela que nos aponta para a salvação em Jesus e ensina a maneira correta de viver (2Tm 3.15-17).

  1. Compartilhar (CD “Histórias e Bicicletas”):

Link: https://youtu.be/e5xLSiZ3Po8

Muito bem. Vamos recapitular? As músicas anteriores nos indicam a dura realidade do pecado, a nossa necessidade de estar com Deus, a certeza de que isso só é possível por causa de Jesus, e a importância das Escrituras para fortalecer em nós essa certeza e nos guiar na caminhada.

Mas tem mais uma boa notícia! E é isso que vemos na música “Compartilhar”.

Há pedidos de ajuda e gritos de louvor sendo enviados a Deus neste momento, em todos os cantos do mundo. No 5º andar de um prédio há pessoas chorando suas dores, e no 6º andar há outra dor e choro. E talvez os sofrimentos que você tem sejam diferentes.

A maravilhosa notícia é que Deus responde a todas elas. E uma das formas mais incríveis como Ele faz isso é por meio de outras pessoas. É isso mesmo! No choro e na alegria, muitas vezes, nós somos a resposta de Deus para os sofrimentos do nosso próximo: “o amor é o que nos move – resposta de Deus”.

O que você pode fazer?

Com tanto amor poetizado, harmonizado e entregue como uma explosão de canhão no meio do peito e da alma, Oficina G3 pode nos ajudar nas batalhas da vida – inclusive na luta contra a pornografia. Compartilhe este texto para que mais pessoas se juntem a esse coro!

Comente abaixo: que banda, artista ou música tem acompanhado você, em meio às mais diversas lutas da vida?

Para conhecer os dados mais recentes sobre hábitos no consumo de pornografia no Brasil, e as opiniões de especialistas no assunto, baixe nosso eBook gratuito.

Relacionados: