Estatisticamente, a culpa é o principal sentimento com que se identificam aqueles que sofrem com a pornografia. É uma força que pode nos arrastar ao isolamento, à perda da força de vontade, e ao medo de Deus.

Mas a grande verdade é que as coisas não precisam ser assim. E digo isso por duas razões.

Primeiramente, porque a culpa pode ter um lado positivo. Ela pode atuar como um indicador de que estamos trilhando um caminho que não é desejável, e assim se tornar um passo importante no processo de mudança.

Mas, além disso, existe um fator que deveria mudar completamente nossa perspectiva diante da culpa. É uma realidade que está presente em toda a trama bíblica e dá sentido a tudo o que Jesus fez por nós… É a boa notícia do Evangelho: temos um Deus que nos perdoa.

Então, para ajudá-lo a reforçar essa certeza, especialmente nos momentos de dúvida, aqui vão 5 textos bíblicos que nos lembram da verdade sobre o perdão de Deus:

1: “Tu és bondoso e perdoador, Senhor, rico em graça para com todos os que te invocam” (Salmos 86.5).

Preste atenção: Deus não nos perdoa só de vez em quando. Perdoar faz parte do caráter do Pai. Independente de nossos méritos ou pecados… Perdão é pura graça! Ele é assim. Um Pai que nos ama e, por isso, nos perdoa.

2: “Volte-se para o nosso Deus, pois ele dá de bom grado o seu perdão” (Isaías 55.7).

Perdoar não só faz parte da essência de Deus, como se fosse algo que Ele faça sem dar muita atenção para isso. Na verdade, Ele se alegra em nos perdoar! Ele se alegra em ver seus filhos reconhecendo suas falhas e sua carência da graça, voltando-se a Ele e enfim encontrando seu olhar perdoador.

3: “Temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados” (Efésios 1.7).

Por mais que Deus tenha alegria em nos perdoar, isso é algo que teve um custo. Um custo altíssimo: o próprio sangue de Jesus. Cada vez que você se arrepender, lembre-se do perdão que Deus nos concede, e do preço que por você foi pago.

4: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1.9).

Nossa tendência natural é querermos nos justificar, não é verdade? Encontramos as mais variadas desculpas para nossos atos pecaminosos, e fazemos todo tipo de promessa com o intuito de agradarmos a Deus, através da nossa mudança de comportamento. Mas precisamos nos lembrar da realidade: Jesus é o único justo. Necessitamos completamente do seu perdão. E é esse perdão que nos impulsiona, nos dá nova vida, e nos purifica de toda injustiça.

5: “Perdoem como o Senhor lhes perdoou” (Colossenses 3.13).

O perdão que por nós foi conquistado por Jesus nos traz paz, pois nos reconcilia a Deus. Mas, além disso, essa dinâmica nos move na direção do nosso próximo, com o intuito de estendermos perdão em nossos relacionamentos. É o perdão que nos transforma, e nos permite agirmos como o Pai, levando perdão para quem precisa.

O que você pode fazer?

Não importa onde você esteja, ou o que tenha feito. O perdão divino é para você também. Do antigo ao novo testamento, essa é a boa notícia que a Bíblia nos traz, e que está ao nosso alcance por causa de Jesus!

Se você quer compreender em ainda mais detalhes de que maneiras essa verdade pode transformar nossa luta contra a pornografia, conheça meu novo livro!

E, se você quer fazer parte de uma comunidade engajada nesse propósito, que luta por amor ao combater a pornografia, e ainda ganhar 2 eBooks gratuitos para ajudá-lo nesse desafio, deixe seu nome e email a seguir, e clique em “enviar”:

Gostou do texto? Então compartilhe, para que mais pessoas conheçam essa realidade!

Relacionados: