“Tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz” (Ef 6.15).

Você se lembra de qual foi a pessoa que lhe apresentou ao evangelho? Quero que agora você faça um esforço para recordar…

Lembrou? Bem, eu não sei se essa pessoa foi um famoso evangelista, ou um desconhecido na rua. Não sei se essa pessoa é sua amiga, seu familiar, ou o pastor de sua igreja. Não sei se essa pessoa é gente boa, não sei para qual time ela torce, e não sei se você ainda tem contato com ela. Mas, de uma coisa eu sei: com toda certeza, essa pessoa tão importante em sua vida, que lhe mostrou pela primeira vez a maravilha da mensagem a respeito de Jesus, é também uma pecadora.

A verdade é que somos todos pecadores, e nem mesmo os maiores pregadores da Palavra de Deus estão livres dessa situação. Tendo isso em mente, quero convidar você a refletir sobre uma das possibilidades mais inusitadas para alguém que deseja combater a pornografia: pregar o evangelho de Jesus.

Digo que essa possibilidade é inusitada, porque muitas pessoas pensam que, para falar de Jesus para alguém, é preciso estar “limpo”. Não entendem como alguém poderia ousar pregar o evangelho, tendo um pecado tão “horripilante” em sua vida.

Bom… O fato é que essa compreensão está equivocada. A Bíblia diz claramente que todos pecaram (Rm 3.23), e isso inclui até mesmo os próprios autores dos textos bíblicos. Mas ela diz também que, em Jesus, nós somos “raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus”, escolhidos por Ele para proclamar “as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe 2.9).

Somos pecadores, e Deus justamente usa pecadores para serem pregadores de seu perdão.

Por isso, dando continuidade a nossa série de estudos sobre o texto bíblico de Efésios 6, quero hoje abordar o terceiro item que faz parte da “armadura de Deus”, que devemos usar para combater o pecado! Já falamos sobre o cinturão da verdade, sobre a couraça da justiça, e hoje é a vez de falar dos calçados da prontidão para anunciar o evangelho. Então, aqui vão 3 provas de que pregar o evangelho nos ajuda a lutar contra a pornografia:

1: Pregar o evangelho nos reaproxima da mensagem do evangelho

Estudar a Bíblia fortalece nossa compreensão da realidade.

Resumidamente essa realidade é a seguinte: nós fomos criados santos, por um Deus que é Santo. Caímos em pecado, mas fomos resgatados por um Deus que, em Jesus, veio ao encontro dos pecadores. Temos esperança, pois Jesus ressuscitou, dando-nos a graça da vida verdadeira e eterna, em comunhão com Ele e com o próximo!

Isso é uma notícia maravilhosa! Pregar essa boa notícia requer primeiramente que a busquemos conhecer. E, ao buscarmos esse conhecimento, recebemos uma das mais importantes bênçãos na luta contra o pecado: temos nossa fé fortalecida. Isso resulta em um desejo crescente de viver essa realidade – lutando por amor ao próximo, e lutando contra o pecado.

2: Pregar a respeito de Jesus nos faz olhar para nós mesmos com humildade

Se Jesus realmente é o verdadeiro Deus, que veio ao mundo em uma missão, cumpriu perfeitamente toda a Lei do amor, morreu inocentemente em nosso favor, ressuscitou e reina eternamente sobre todo o universo, então faz todo o sentido olhar firmemente para ele, com esperança, e assim olhar para nós mesmos, com humildade.

A história é dele! Se vou falar da boa notícia do Evangelho para alguém, dar um testemunho, pregar a Palavra, ele é o ponto principal, o ápice, o clímax, o centro!

Minha pregação não é que era um pecador depravado, e que agora sou um bravo guerreiro que luta por santidade. Não, não sou eu o centro da história.

Então, quando coloco Jesus no centro, posso contar a mesma história de outra forma: eu era e continuo sendo um pecador depravado, mas tenho um salvador misericordioso, um amigo amoroso, um guerreiro poderoso, que é santo, que lutou e continua lutando por mim… Jesus é o nome dele, e a glória é sempre e toda dele!

3: Pregar o evangelho para pessoas nos leva a viver o amor ao próximo

É verdade que minha pregação só pode existir quando há alguém para ouvi-la. Mas também é verdade que essa pregação só pode fazer sentido quando eu estiver disposto a ouvir meu próximo.

Quando abro meus ouvidos, meus olhos e meu coração para as necessidades e angústias do meu próximo, posso entender de que maneiras a mensagem do Evangelho pode realmente ser uma boa notícia para ele, e assim essa mensagem passa a fazer mais sentido também para mim.

Essa vivência é transformadora, pois significa pregar o Evangelho não só com a boca, mas com os ombros amigos, com o olhar consolador, com braços companheiros – com todo o ser, assim como Jesus fez por nós.

O que você pode fazer?

Pregar o evangelho nos ajuda a lutar contra a pornografia! Por isso, mergulhe em sua Bíblia, para ser relembrado da maravilhosa notícia a respeito de Jesus. Calce os calçados da prontidão para pregar o evangelho e, conforme a vontade de Deus, Ele lhe dará a oportunidade de ser um instrumento na vida de outras pessoas. Você pode começar compartilhando este texto com todos os seus amigos, para que mais pessoas possam se juntar a essa luta!


Confira o próximo estudo da série:

A fé é meu escudo na luta contra a pornografia

Para receber os textos mais recentes no blog, e baixar gratuitamente 2 eBooks para combater a pornografia, faça parte de nossa comunidade!

Relacionados: