Quem sofre com a pornografia sabe que não é fácil abandonar o vício.

Existem muitas razões por que isso acontece, e a maior dificuldade que as pessoas encontram geralmente está em lidar com fatores “internos” – ou seja, aquilo que a pornografia causa em seu coração (os sentimentos como a culpa, a vergonha e a frustração), e o modo como ela impacta seu cérebro (das descargas de neurotransmissores até a construção do vício em si).

Mas também existem fatores “externos” – aquelas circunstâncias que criam um ambiente mais propício para a queda.

Essas questões normalmente são mais simples de se mudar, e esse pode ser um bom ponto de partida para quem deseja se livrar da pornografia. É claro que sempre devemos ter em mente que o objetivo maior é cuidar de nosso “interior”, mas muitas vezes somos influenciados por aquilo que está fora de nós. Por isso, aqui vão algumas das situações mais comuns entre os fatores externos, e sugestões que você pode implementar hoje mesmo em sua vida, para que possa lutar de maneira mais adequada:

“Não tenho para onde correr”

No maior site pornográfico que há atualmente, foram inseridos quase 5 milhões de vídeos, apenas em 2018. E isso é só um site, entre os milhões que há por aí.

Todo esse conteúdo chega aos nossos computadores, celulares, e-mails, grupos de WhatsApp, e em qualquer outro meio digital que se possa imaginar. Parece que não temos para onde correr.

Então, o que você pode fazer?

Nesse caso, você precisa cortar o mal pela raiz. Ativar opções de filtros e bloqueadores em seus dispositivos eletrônicos e mecanismos de busca, bloquear remetentes de e-mail, sair de grupos e páginas, deixar de seguir determinadas pessoas nas redes sociais… Você não precisa cancelar a Internet, mas precisa se precaver para que ela não se torne um inimigo.

“Não tenho com quem contar”

É muito difícil encarar o desafio de lutar contra a pornografia, se você está sozinho. Todos nós precisamos de ajuda, mas o grande problema é que demoramos demais para reconhecer isso. Passamos anos lutando sós, sem coragem de nos abrirmos para alguém, com vergonha de revelarmos quem realmente somos.

Diante disso, não existe outra saída. É preciso reunir forças, e pedir ajuda.

Tenha certeza: muito provavelmente, isso vai ser difícil. Mas é um passo extremamente necessário para quem realmente deseja vencer a pornografia.

Leia também: Antes de se abrir com alguém, aqui estão 5 coisas que você deve saber

“Não sei como lutar”

Seria muito bom se existisse um passo-a-passo para parar de ver pornografia. Bem que nós gostaríamos de um método milagroso, ou uma lista de atividades que nos levasse a parar de ver pornografia da noite para o dia, não é verdade?

Mas, infelizmente, isso não existe.

A luta contra a pornografia é uma guerra, cheia de nuances características de cada indivíduo. Para encará-la de maneira adequada, precisamos reconhecer algo que é completamente contra intuitivo, que fere nosso senso de autoproteção: a vitória não depende somente de nós.

A verdade é que, acima de tudo, precisamos da força de Cristo em nós. É essa força que nos leva ao arrependimento diário, ao reconhecimento da Graça do perdão, e à entrega e confiança nos caminhos pelos quais ele deseja nos conduzir.

É muito bom que busquemos todos os auxílios possíveis para lutar, mas, se não tivermos essa consciência e essa fé, nossos esforços serão despropositados. Com Jesus, a luta ganha novo sentido, e se torna uma forma de colocarmos em prática o amor para o qual ele nos chama.

O que você pode fazer?

Você está preparado para a batalha? Enfrentar as circunstâncias que nos cercam não é tarefa fácil, por isso não desanime diante das dificuldades.

Para ajudar você a dar um passo adiante nessa caminhada, preparamos um material especial, desenvolvido para quem quer assumir o desafio, e vencer a pornografia.

No livro “O mal que eu não quero: Lições bíblicas para combater a pornografia”, você vai encontrar:

  • Estudos bíblicos devocionais preparados especificamente para ajudar quem deseja uma vida livre da pornografia;
  • Comentários com dados e referências científicas, que nos ajudam a compreender melhor o fenômeno da pornografia, suas causas e consequências;
  • Questões para debate/reflexão, para expandir e aprofundar os assuntos abordados, e para estimular a conversa, caso você queira estudar o material em dupla ou em grupo;
  • Dicas simples e práticas para você implementar imediatamente em sua vida, que vão lhe trazer confiança e resultados visíveis na luta contra a pornografia;
  • Sugestões de oração, para que você possa meditar a cada passo e percorrer essa jornada em comunhão com o Pai.

Garanta agora o seu! Ele está disponível neste link.

E, se você gostou deste texto, compartilhe, para que mais pessoas se juntem à nossa luta!

Relacionados: